O pássaro de fogo e outros contos de fadas russos -  Edição limitada em capa dura 1

O pássaro de fogo e outros contos de fadas russos - Edição limitada em capa dura

A nossa única casa - Um apelo ao mundo pela necessidade urgente de cuidarmos da Terra 3

A nossa única casa - Um apelo ao mundo pela necessidade urgente de cuidarmos da Terra

O pássaro de fogo e outros contos de fadas russos - Edição limitada em capa dura

Atire a primeira pedra quem nunca, em algum momento da vida, torceu para que a Branca de Neve não mordesse a maçã que a madrasta-bruxa lhe deu nem ficou se perguntando como João, no alto do seu pé de feijão, derrotaria o gigante.
Os contos de fadas começaram a ser coletados com mais intensidade em diversos países na época do Romantismo, como uma maneira de resgatar as histórias contadas pelo povo ao longo de séculos.
Os contos de fadas russos são menos conhecidos no Ocidente e têm características próprias, como a forte ligação com a natureza, na qual o inverno, por exemplo, é personificado num ser que pode ser bom ou mau, dependendo da forma como se lida com ele. As mulheres são muito menos passivas, e delas depende o seu próprio caminho. As famosas matrioshkas russas, bonecas de madeira que se encaixam umas dentro das outras, simbolizam, entre outras coisas, a imortalidade por meio da maternidade, sendo a última boneca, geralmente, um bebê. Essa imagem pode ser vista em contos antigos como em A princesa sapo, no qual a alma do bruxo Koschei, o Imortal, se encontra escondida dentro de um receptáculo, que está dentro de outro, e outro, e outro. Como na série Harry Potter, a alma do vilão não está dentro dele, de modo que não pode ser morto num confronto direto, levando o herói a uma busca.
Adriana Moura e Paulo Rezzutti pretenderam, com esse livro, apresentar um pouco desse mundo tão rico e pouco conhecido no Brasil, cujos temas são universais e continuam atuais.

 

Sobre os autores

Adriana Moura e Paulo Rezzutti são leitores vorazes, desde que se lembram. Acabaram se tornando pesquisadores minuciosos, apaixonados pela história e pela literatura, entendendo e nos mostrando aqui, inclusive, como a segunda, a literatura, nos revela e nos ensina muito da primeira, a história.
Com o seu talento de “contador de história” e compromisso com a pesquisa já revelados em seus muitos livros, como os da Coleção História não contada, D. Pedro I, D. Leopoldina, D. Pedro II entre tantos outros, Paulo Rezzutti, o vencedor do Prêmio Jabuti 2016 na categoria Biografia, achou na jornalista, tradutora e pesquisadora Adriana Moura uma parceira à altura. Os dois se dedicaram à tarefa de seleção dos contos e à pesquisa das suas inúmeras edições, a fim de apresentar ao leitor uma tradução apurada e deliciosa.
Vamos às histórias!

 

Formato: 16x23
Número de páginas: 96
Acabamento: capa dura
Editora: Leya
ISBN: 9786556430423

Preço Normal R$34,00 Preço Especial R$20,40
Disponibilidade: Em estoque
SKU
9786556430423

Estimar Frete de Entrega

Não sei meu cep
    O pássaro de fogo e outros contos de fadas russos - Edição limitada em capa dura

    Atire a primeira pedra quem nunca, em algum momento da vida, torceu para que a Branca de Neve não mordesse a maçã que a madrasta-bruxa lhe deu nem ficou se perguntando como João, no alto do seu pé de feijão, derrotaria o gigante.
    Os contos de fadas começaram a ser coletados com mais intensidade em diversos países na época do Romantismo, como uma maneira de resgatar as histórias contadas pelo povo ao longo de séculos.
    Os contos de fadas russos são menos conhecidos no Ocidente e têm características próprias, como a forte ligação com a natureza, na qual o inverno, por exemplo, é personificado num ser que pode ser bom ou mau, dependendo da forma como se lida com ele. As mulheres são muito menos passivas, e delas depende o seu próprio caminho. As famosas matrioshkas russas, bonecas de madeira que se encaixam umas dentro das outras, simbolizam, entre outras coisas, a imortalidade por meio da maternidade, sendo a última boneca, geralmente, um bebê. Essa imagem pode ser vista em contos antigos como em A princesa sapo, no qual a alma do bruxo Koschei, o Imortal, se encontra escondida dentro de um receptáculo, que está dentro de outro, e outro, e outro. Como na série Harry Potter, a alma do vilão não está dentro dele, de modo que não pode ser morto num confronto direto, levando o herói a uma busca.
    Adriana Moura e Paulo Rezzutti pretenderam, com esse livro, apresentar um pouco desse mundo tão rico e pouco conhecido no Brasil, cujos temas são universais e continuam atuais.

     

    Sobre os autores

    Adriana Moura e Paulo Rezzutti são leitores vorazes, desde que se lembram. Acabaram se tornando pesquisadores minuciosos, apaixonados pela história e pela literatura, entendendo e nos mostrando aqui, inclusive, como a segunda, a literatura, nos revela e nos ensina muito da primeira, a história.
    Com o seu talento de “contador de história” e compromisso com a pesquisa já revelados em seus muitos livros, como os da Coleção História não contada, D. Pedro I, D. Leopoldina, D. Pedro II entre tantos outros, Paulo Rezzutti, o vencedor do Prêmio Jabuti 2016 na categoria Biografia, achou na jornalista, tradutora e pesquisadora Adriana Moura uma parceira à altura. Os dois se dedicaram à tarefa de seleção dos contos e à pesquisa das suas inúmeras edições, a fim de apresentar ao leitor uma tradução apurada e deliciosa.
    Vamos às histórias!

     

    Formato: 16x23
    Número de páginas: 96
    Acabamento: capa dura
    Editora: Leya
    ISBN: 9786556430423

    Escreva sua Própria Avaliação
    Você está avaliando:O pássaro de fogo e outros contos de fadas russos - Edição limitada em capa dura